Saltar al contenido
olheiras e alergias

As olheiras podem estar relacionadas com a alergia?

Nota olheiras acentuadas, mas não está cansado? Ainda que a falta de sono seja outra das causas principais das olheiras, muitas pessoas com alergias mostram este sinal pouco estético no seu olhar. Hoje dizemos-lhe porque aparece e como pode remediá-lo com truques caseiros simples. Tome nota!

Que relação existe entre as olheiras e a alergia?

Muitas pessoas com alergias notam como a zona das olheiras escurece sem uma razão aparente, e embora muitas confundam este tipo de olheiras escuras com o cansaço, a origem deste problema estético encontra-se na realidade na sua própria alergia. É geralmente conhecido como «olho negro alérgico» devido ao seu aspeto e tonalidade. As causas da cor estão diretamente relacionadas com os vasos sanguíneos que existem na zona inferior dos olhos. Quando o corpo produz histamina como reação ante um alergénio, isto causa frequentemente a dilatação dos vasos sanguíneos e, como esta é uma zona onde a pele é muito fina, observa-se esta cor púrpura escura.

Além deste problema estético, muitas pessoas com alergias também sofrem de bolsas debaixo dos olhos devido à acumulação de líquido provocada pela sintomatologia alérgica.

Então, quais são as causas?

Como referimos, o cansaço costuma ser a causa número um, mas também pode ser causado pelo envelhecimento ou simples sombras, dependendo da tonalidade da pele de cada pessoa. Gostaríamos também de salientar outros motivos pelos quais estas sombras sob os olhos aparecem:

  • Alergias (não têm porque estar diretamente relacionadas com os olhos).
  • Febre do feno.
  • Dermatite atópica e de contacto.
  • Fator hereditário. Há pessoas que têm estes tons escuros devido a motivos genéticos.
  • Alterações ou irregularidades na cor da pele. Pode aparecer sazonalmente ou durante alguns meses, mas é intermitente.
  • Coçar ou esfregar os olhos de uma forma muito recorrente. Por exemplo, como consequência da conjuntivite alérgica e do seu desconforto.
  • A sobre-exposição ao sol também pode danificar a cor nesta zona dos olhos, tornando-a visivelmente mais escura.

➤ Conjuntivite alérgica crónica

Outra das causas mais diretas das olheiras com uma origem alérgica é a conjuntivite. Este tipo de alergia aparece como reação a um alergénio externo, provocando uma inflamação na conjuntiva. Existem três tipos de conjuntivite alérgica:

  • Conjuntivite sazonal.
  • Conjuntivite permanente.
  • Ceratoconjuntivite primaveril

Os sintomas, como seria de esperar, estão diretamente associados aos olhos e manifestam-se sob a forma de comichão, lacrimação, inflamação das pálpebras, secreções aquosas e, portanto, desconforto para dormir e descansar com normalidade. Como resultado desta sintomatologia, as olheiras e a vermelhidão na zona dos olhos são bastante comuns para quem sofre da doença. Por isso, é extremamente importante tratar esta alergia em profundidade, a fim de reduzir os sintomas o mais rapidamente possível.

Hábitos para prevenir as olheiras causadas por alergias

Embora não estejam relacionados com as alergias, existem alguns conselhos básicos que pode aplicar no seu dia a dia para as reduzir. Tome nota!

  • Beber muitos líquidos. Como sabe, os especialistas recomendam beber entre um e dois litros por dia.
  • O descanso é fundamental. As horas de sono e descanso são essenciais para reduzir a fadiga física e psicológica. Nos adultos, é aconselhável dormir cerca de 8 horas por dia.
  • Proteger os olhos do sol com óculos de qualidade que cubram especialmente a zona das olheiras.
  • Dormir virado para cima. Pode parecer um detalhe insignificante, mas dormir virado para cima melhora a circulação.
  • Além disso, as almofadas extras são grandes aliadas. Ajudam a elevar a cabeça e a estimular a circulação no rosto e olhos.
  • Reduzir o stress. Episódios de ansiedade ou stress também podem desencadear o escurecimento nestas zonas. Tenha isto em conta!
  • Prestar atenção à exposição a alergénios. Os alergénios são o desencadeador das olheiras alérgicas, pelo que tratar a sintomatologia é um fator fundamental para evitar o escurecimento debaixo dos olhos. Ou, pelo menos, para reduzir a tonalidade.

Remédios caseiros

Além dos diferentes cuidados que deve realizar no seu dia a dia e de que já lhe falámos neste post, existem alguns remédios caseiros que o podem ajudar:

  • As rodelas de pepino são um remédio muito tradicional e muito utilizado para reduzir as bolsas (inchaço) e o escurecimento debaixo dos olhos. O seu elevado teor em água e vitamina C irão ajudar a nutrir e a hidratar a pele.
  • Outro conselho realmente útil para reduzir a sua aparência é aplicar frio na zona. Usando compressas frias ou sacos congelados (embrulhados num pano), pode aplicá-los na zona, fazendo com que os vasos sanguíneos se contraiam.
  • Os saquinhos de chá, graças à cafeína e às suas propriedades antioxidantes, conseguem estimular a circulação sanguínea à volta dos olhos, reduzindo essa inflamação tão habitual.

E lembre-se, antes de se automedicar, consulte o seu problema com um médico especialista, que fará um diagnóstico exaustivo e prescreverá os produtos e tratamentos mais adequados ao seu caso.