Saltar al contenido
Curiosidades alergia aos animais de companhia

Curiosidades sobre a alergia aos animais de companhia

Sabia que a n√≠vel global calcula-se que no mundo vivam cerca de 300 milh√Ķes de c√£es (75 milh√Ķes na Europa)? As alergias a animais de companhia s√£o cada vez mais comuns, mas como essa alergia afeta o dia a dia? Muitas pessoas t√™m de lidar todos os dias com este grande dilema: ¬ęSofrer alergia ou desfrutar de animais de companhia?¬Ľ Olhos lacrimejantes, rinite ou comich√£o nos olhos s√£o alguns dos sintomas mais comuns, mas se a exposi√ß√£o √† alergia for cont√≠nua e n√£o forem tomadas medidas para impedi-la, essa situa√ß√£o pode piorar com o passar dos anos.

Neste post dizemos-lhe algumas curiosidades que talvez n√£o conhe√ßa sobre a alergia a animais de companhia e v√°rios tips para conter as rea√ß√Ķes. Tome nota!

Sintomas comuns da alergia aos animais de companhia

Geralmente, os sintomas são leves e não se revestem de gravidade, além disso costumam desaparecer em poucas horas, são eles:

  • Olhos lacrimejantes, comich√£o nos olhos.
  • Muco nasal.
  • Tosse, fadiga ao respirar.
  • Atrav√©s do contacto direto com o animal, algumas pessoas podem sentir comich√£o ou incha√ßo na pele.
  • Exposi√ß√£o prolongada ao alerg√©nio. Quando a pessoa est√° em contacto cont√≠nuo com animais de companhia, isso pode causar uma inflama√ß√£o nas vias respirat√≥rias, gerando maior resist√™ncia a outros problemas como polui√ß√£o ou uma gripe comum.

Mordidela de animal

Sabia que, √†s vezes, tamb√©m ocorrem rea√ß√Ķes al√©rgicas graves ap√≥s uma mordidela de animal? Geralmente acontece com mordidelas de roedores e ocorre atrav√©s de feridas ou seringas. O alerg√©nio, localizado na saliva, √© introduzido atrav√©s do sangue causando as referidas rea√ß√Ķes que em certas ocasi√Ķes podem desencadear um choque anafil√°tico.

Quais são os desencadeadores desta alergia? A causa pode ser outra diferente do próprio animal?

Ao contrário do que normalmente se pensa, o pelo dos animais não é a principal causa de alergia, mas sim a caspa e a saliva. Costuma estar associada ao pelo, pois o suor e a saliva aderem a essa camada mais superficial. Atualmente, a OMS classificou 36 alergénios em mamíferos, os mais estudados são os dos cães e gatos para os quais são conhecidos; nove alergénios de cães e oito alergénios de gatos.

Em muitas ocasi√Ķes, a alergia n√£o est√° diretamente relacionada com os animais de companhia, mas a outros animais, como carrapatos, pulgas ou outros insetos que os acompanham. Os excrementos e a saliva destes animais tamb√©m tendem a produzir fortes rea√ß√Ķes al√©rgicas em algumas pessoas.

Por outro lado, fatores como a humidade ou a prolifera√ß√£o de √°caros que se alimentam da caspa de c√£es ou gatos tamb√©m podem ser a origem de muitas rea√ß√Ķes.

‚ě§ Mitos sobre a alergia aos animais de companhia

As aves também podem provocar alergias?

Embora seja pouco comum, a alergia a aves existe. Nestes casos, os especialistas denominam esta patologia de doen√ßa respirat√≥ria chamada pneumonite por hipersensibilidade. Afeta sobretudo pessoas que est√£o em contacto direto com estes animais, como criadores, pessoal dos zoos, agricultores, etc. Costuma provocar mal-estar, tosse seca, dificuldade em respirar… mas desaparece algumas horas ap√≥s o contacto. Em ocasi√Ķes muito espec√≠ficas, alguns doentes tamb√©m podem sofrer de desconforto com o uso de almofadas ou roupa de cama com penas, embora geralmente estejam mais relacionados com os √°caros das pr√≥prias penas do que com o animal.

A alergia aos animais pode ser um desencadeador e um fator de risco para o desenvolvimento de rinite ou asma?

A resposta √© categ√≥rica: sim! As alergias a gatos ou c√£es s√£o um fator decisivo no desenvolvimento destas patologias, sobretudo se estiver muito associada √† asma grave durante a inf√Ęncia. √Č ineg√°vel afirmar que quanto maior a exposi√ß√£o a esses alerg√©nios, maior ser√° a probabilidade de sofrer sintomatologia grave ou doen√ßas respirat√≥rias. Isto √©, evitar o alerg√©nio √© a melhor forma de evitar problemas mais graves.

Se tem alergia a animais de companhia, isto é o que deve fazer

  • Passo #1: limpeza. Numa casa onde os animais de companhia causam alergias, a limpeza quase di√°ria √© essencial. Al√©m disso, deve acompanh√°-la de muitos momentos de ventila√ß√£o para evitar que os alerg√©nios circulem livremente pela casa.
  • Definir locais para o animal de companhia. √Č fortemente desaconselh√°vel deixar que os c√£es ou gatos entrem no quarto ou subam para zonas como o sof√° ou cadeiras.
  • Esque√ßa os tapetes, almofadas ou m√≥veis estofados. S√£o um foco para o p√≥, a caspa e o pelo dos animais.
  • D√™ banho ao seu animal de companhia com frequ√™ncia, pelo menos uma ou duas vezes por semana. Desta forma, a caspa e os restos de pele morta do pelo ser√£o eliminados. Utilize, se poss√≠vel, um champ√ī hipoalerg√©nico.
  • Saia a passear! Quanto mais passeios fizer, menos alerg√©nios se acumular√£o em casa

alergia animais companhia

infogr√°fico

PT-P-ZI-ALY-2200006