Skip to content
Controlo de ácaros

Controlo dos ácaros para reduzir alergias

Os ácaros são tão pequenos que só podem ser vistos através de um microscópio. Mas, apesar do seu tamanho, podem ser muito incómodos para as pessoas que sofrem de alergias. A alergia aos ácaros afeta cerca de 90 milhões de pessoas na Europa, América do Norte e Japão. Embora a sua presença seja praticamente inevitável, existem formas eficazes de minimizar o seu impacto na nossa saúde. Neste artigo vamos explorar estratégias para controlar a alergia aos ácaros do pó e melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem dela.

Como os ácaros aparecem

Os ácaros são artrópodes microscópicos que se encontram no pó ou noutros insetos. Os ácaros são os principais responsáveis pela alergia ao pó na casa e um dos alergénios mais comuns atualmente.

Embora invisíveis a olho nu, os ácaros podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. Costumam alimentar-se de escamas de pele humana e de animais de companhia e desenvolvem-se em ambientes quentes e húmidos, como colchões, almofadas, sofás e tapetes.

Os ácaros vivem dentro de casa durante todo o ano. Os locais escuros, húmidos e fechados são o local ideal para a sua proliferação. Existem alguns mitos em torno da alergia aos ácaros, como o de que o pó da rua e dos locais de construção também pode provocar uma reação alérgica, embora isso não seja verdade. Este tipo de pó pode causar sintomas respiratórios, mas não através do sistema imunitário, como é o caso da alergia aos ácaros.

Também não é verdade que estas reações aumentem no outono e na primavera. A alergia aos ácaros pode manifestar-se em qualquer altura do ano, desde que estejam presentes as condições ambientais necessárias.

Como se manifesta a alergia aos ácaros

Os sintomas da alergia ao pó podem variar em função da pessoa, e a sua gravidade segundo a quantidade de ácaros presentes no ambiente. Alguns dos sintomas mais comuns são:

  • Congestão nasal
  • Espirros frequentes, em especial de manhã
  • Comichão e vermelhidão dos olhos
  • Lacrimação
  • Sibilos ao respirar
  • Irritação da pele

Estes sintomas podem ser particularmente problemáticos para as pessoas que sofrem de asma, uma vez que os ácaros do pó podem desencadear ataques de asma. Como podemos ver, as reações estão relacionadas com diferentes tipos de alergias que podem afetar o nosso sistema imunitário.

Como posso reduzir os ácaros

Embora seja muito difícil eliminar completamente os ácaros do pó, existem formas eficazes de reduzir o seu número e minimizar o seu impacto na nossa saúde. Aqui ficam alguns conselhos para controlar a alergia aos ácaros em casa.

Limpeza regular dentro de casa

O aspirador é uma ferramenta essencial para eliminar os ácaros do pó. É importante aspirar a casa pelo menos uma vez por semana, dando especial atenção às zonas onde estes microrganismos costumam acumular-se, como colchões, sofás e tapetes.

Para obter melhores resultados, é aconselhável utilizar um aspirador com um filtro HEPA, que é capaz de apanhar até os ácaros mais pequenos. A limpeza a vapor também é muito eficaz, uma vez que o calor destrói os ácaros. Para limpar o pó de outras superfícies, é melhor utilizar um pano húmido em vez de um pano seco ou um espanador.

Lavagem da roupa de cama e almofadas

A roupa de cama é um dos locais preferidos dos ácaros do pó. Para a manter livre destes microrganismos, deve ser lavada pelo menos uma vez por semana em água o mais quente possível. Isto não só eliminará os ácaros, como também as escamas de pele de que se alimentam.

Outra medida útil é a utilização de capas antiácaros em almofadas e colchões, que também devem ser lavadas regularmente em água quente.

Controlo da humidade

A humidade cria um ambiente propício para os ácaros do pó se reproduzirem, que não sobrevivem em ambientes secos. Por isso é fundamental manter a casa seca e ventilada. Os desumidificadores podem ajudar a manter os ácaros da humidade sob controlo.

 Ventilação adequada

Uma das formas mais eficazes de reduzir a quantidade de ácaros do pó em casa é ventilá-la regularmente. Isto ajuda a reduzir a humidade, criando um ambiente menos favorável para os ácaros do pó. É recomendável abrir as janelas da casa diariamente, sobretudo de manhã, quando o ar está mais fresco, e aproveitar essa altura para fazer a limpeza. O colchão é um dos locais onde mais se acumulam ácaros, pelo que deixá-lo arejar durante algumas horas pode ajudar a reduzir a sua presença.

Eliminar fontes de alimento dos ácaros

Os tapetes podem conter uma grande quantidade de ácaros do pó. Por isso, é melhor prescindir deles sempre que possível, pelo menos nos quartos, ou substituí-los por outros mais pequenos que possam ser lavados regularmente.

Os animais de companhia também podem albergar ácaros do pó no seu pelo. Uma boa medida para reduzir a sua presença é manter os animais limpos e evitar que entrem nos quartos.

Evitar tecidos decorativos ou adornos feitos de materiais que favoreçam a proliferação de ácaros

Os peluches, os cortinados grossos, as almofadas, os tapetes, as flores artificiais ou qualquer objeto suscetível de acumular pó facilmente também devem ser retirados sempre que possível, uma vez que se encontram entre os locais preferidos destes microrganismos.

Estas medidas ajudarão a controlar a alergia ao pó, mas não a farão desaparecer completamente. Por isso, é importante que sejam integradas na rotina de limpeza da casa e efetuadas de forma regular.

Tratamento para aliviar os sintomas

Se, apesar dos esforços para controlar os ácaros do pó em casa, surgirem sintomas de alergia, é aconselhável consultar um especialista. Os médicos e farmacêuticos podem prescrever anti-histamínicos, que aliviarão os sintomas de forma rápida e eficaz.

Viver com alergia aos ácaros do pó pode ser incómodo e afetar a qualidade de vida das pessoas que sofrem desta. Seguindo as recomendações acima descritas, é possível controlar a presença de ácaros do pó em casa e reduzir significativamente os sintomas de alergia. A chave está na limpeza regular e na minimização da humidade e do pó em casa. Com um pouco de esforço e consistência, é possível criar uma casa mais saudável e sem ácaros.

Deve ler cuidadosamente todas as informações constantes da embalagem do medicamento e do seu folheto informativo e, em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas, deve consultar o seu médico ou farmacêutico.