Saltar al contenido
alergias outono

Porque as alergias aos √°caros proliferam no outono?

Estima-se que a alergia aos √°caros afete 90 milh√Ķes de pessoas na Europa, Am√©rica do Norte e Jap√£o. Na China, os n√ļmeros s√£o ainda mais elevados, cerca de 100 milh√Ķes de pessoas sofrem com isso. Embora esta alergia seja muito comum e possa surgir ao longo de todo o ano, s√£o as condi√ß√Ķes ambientais do outono que tornam a alergia ao p√≥ mais intensa. Dizemos-lhe porque isso acontece e como pode minimizar os sintomas em casa e fora de casa.

Mas porque aparecem mais nesta época do ano?

No outono, a humidade aumenta de forma considerável e as temperaturas começam a descer. Geralmente em torno dos 21 graus e uma humidade à volta de 50-70%. Estas características favorecem a reprodução e proliferação dos ácaros, sobretudo nas zonas costeiras ou ilhas.

Humidade, a maior aliada dos √°caros

Com a chegada das chuvas, a descida das temperaturas e o mau tempo, a humidade aumenta substancialmente. A isto temos de juntar um maior isolamento das pessoas. √Č nesta √©poca do ano e no inverno quando as pessoas passam mais tempo em casa e a ventila√ß√£o das casas diminui. Tudo isso fomenta em grande medida o aumento de √°caros em casa.

A humidade caracter√≠stica do outono, em torno de 35-70%, cria um microclima no qual os √°caros ¬ęse sentem confort√°veis¬Ľ e podem reproduzir-se com mais facilidade. Estes aracn√≠deos, da fam√≠lia Pyroglyphidae, alimentam-se do p√≥ e dos restos de pele humana que se desprende todos os dias e que se vai acumulando nos tecidos, m√≥veis, etc. Portanto, al√©m de realizar uma limpeza minuciosa, √© fundamental cuidar da humidade do ambiente em casa (50%).

Sintomas da alergia ao pó

Geralmente, esta alergia é conhecida como alergia ao pó, mas não é totalmente verdade. Na verdade, são os ácaros do pó que causam esta reação. Ao alimentar-se, libertam partículas que causam os sintomas.

As rea√ß√Ķes mais comuns causadas pela alergia aos √°caros aparecem na primeira hora do dia. Sobretudo, ao levantar-se da cama, √© quando surgem os espirros, o gotejamento ou a comich√£o. Estes sintomas normalmente desaparecem quando a pessoa sai de casa e aparecem √† noite, quando se deita.

Geralmente, um ter√ßo dos doentes com rinite tamb√©m pode sofrer epis√≥dios de asma que ser√£o acompanhados de dor no peito, sibil√Ęncias, tosse ou desconforto ao respirar quando praticam exerc√≠cio.

Quais são os locais mais comuns onde se encontram os ácaros do pó?

Sabia que num metro quadrado √© poss√≠vel encontrar entre 1.000 e 10.000 indiv√≠duos desta esp√©cie? Embora n√£o possam ser vistos a olho nu, os √°caros encontram-se em quase todas as divis√Ķes da casa, sobretudo nos quartos com maior acumula√ß√£o de t√™xteis, como:

  1. Roupa de cama, cortinados, almofadas, peluches, etc.
  2. Móveis estofados
  3. Tapetes

Dicas para reduzir os sintomas das alergias de Outono

Para evitar os sintomas de alergia aos ácaros e travar os ataques de asma, o primeiro passo é reduzir a quantidade de pó em casa. Como? Realizar uma limpeza diária da casa e evitar os móveis ou os aparelhos que possam acumular pó. Mas existem mais gestos que podem ajudar. Tome nota!

  • Ventilar a casa diariamente para evitar a acumula√ß√£o de p√≥ (v√°rias vezes ao dia).
  • Quanto maior quantidade de luz entrar em casa, menor ser√° a humidade relativa.
  • √Č muito melhor aspirar a casa do que varrer.
  • √Č aconselh√°vel verificar os filtros do aquecimento e do ar condicionado regularmente.
  • Trocar os len√ß√≥is pelo menos uma vez por semana e utilizar capas anti√°caros ou roupa de cama sint√©tica.
  • Reduzir a humidade relativa na casa para menos de 50%, sobretudo nos quartos e casas de banho.
  • Evitar a sobre-exposi√ß√£o em zonas com √°rvores de folha caduca ou plantas em que o per√≠odo de poliniza√ß√£o seja o outono.
  • √Č fundamental, se a pessoa tiver jardim, evitar a acumula√ß√£o de folhas secas na relva ou nos espa√ßos exteriores.
  • Outro aspeto a ter em conta s√£o os animais de companhia. √Č aconselh√°vel limpar as patas ao regressar a casa e evitar que os animais se deitem na cama ou no sof√°, eles tamb√©m s√£o outro grande foco de transmiss√£o (alergia ao animal de estima√ß√£o)

Como se trata a alergia aos √°caros?

  • A medica√ß√£o com anti-histam√≠nicos √© verdadeiramente eficaz em doentes com alergia ao p√≥.
  • O tratamento atrav√©s de f√°rmacos melhora consideravelmente gra√ßas √† imunoterapia, que ajuda a tolerar o alerg√©nio de forma progressiva.

 

PT-P-ZI-ALY-2100058