Saltar al contenido
alergia no outono

Como ultrapassar a alergia no outono? Conselhos práticos

O outono começa com o início da polinização de muitas árvores e plantas, razão pela qual é um dos períodos mais importantes marcados no calendário, porque começam as  alergias no outono. Durante estes meses, as temperaturas começam a descer e a ficar mais frio, o que também significa que a ventilação das casas e dos espaços públicos é menos frequente do que deveria ser. Esta meteorologia, juntamente com as alterações nas plantas, cria um cocktail perfeito para provocar fortes episódios alérgicos. Hoje oferecemos-lhe algumas recomendações para reduzir o desconforto que aparece no outono, tome nota!

Porque há alergia no outono?

Embora a época de floração mais importante do ano seja a primavera, no outono os restos de plantas ou flores podem acabar por causar desconforto causado pelo vento ou as chuvas que fazem rebrotar estes alergénios. Além disso, as mudanças de temperatura e a humidade durante esta estação podem influenciar a presença de alergénios no ambiente. Um exemplo disto são as brisas frescas, que podem transportar partículas de pólen e esporos de fungos para diferentes zonas, aumentando a exposição das pessoas que sofrem desta patologia.

É também importante referir que existe uma maior exposição aos ácaros do pó, em grande parte devido à falta de ventilação.

Os efeitos da alergia nesta época do ano são aqueles que associamos às reações provocadas pelas alergias sazonais no outono. Os sintomas mais comuns são: comichão no nariz e nos olhos, espirros constantes, gotejamento nasal ou congestão nasal.

Plantas que provocam alergias no outono

No outono, há uma série de plantas que provocam alergias em pessoas sensíveis a certos tipos de pólen. Algumas das mais comuns durante esta estação são:

  • A ambrósia, uma planta que liberta grande quantidade de pólen para o ar no outono. Este pólen é um dos principais desencadeadores das alergias sazonais e pode causar sintomas como espirros, comichão nos olhos, congestão nasal e dificuldade em respirar.
  • Vários tipos de ervas daninhas, como a urtiga, o cardo e a artemísia, também libertam pólen no outono. Estas plantas podem causar sintomas de alergia semelhantes aos da ambrósia.
  • Embora não sejam plantas em si, os fungos libertam esporos no ar e podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. No outono, os esporos dos fungos podem aumentar em áreas com folhas em decomposição e condições de humidade.
  • Algumas árvores que libertam pólen no outono, o que pode afetar as pessoas que sofrem de alergias. Entre elas destacam-se o cedro, o olmo e o amieiro.

arbores que libertam polen no outono

  • Os pastos, embora libertem pólen durante a primavera e o verão, alguns deles podem continuar a libertar pólen no outono e causar sintomas de alergia.

Como reduzir os efeitos da alergia outonal?

Juntamente com a primavera, o outono é uma das estações do ano que gera mais reações em pessoas com alergias e, embora devido a esta mudança sazonal e à polinização de algumas plantas e árvores, é difícil travar os sintomas. No entanto, alguns hábitos e recomendações podem ajudar a aliviá-los. Tome nota!

Manter as áreas interiores limpas

Uma limpeza básica e diária é essencial para evitar os sintomas dentro de casa. Para uma limpeza profunda, os especialistas recomendam um aspirador com filtro HEPA para reduzir os alergénios presentes nos tapetes, carpetes e móveis. Além disso, é aconselhável limpar regularmente o pó e utilizar panos húmidos para evitar que os alergénios se dispersem no ar.

Janelas fechadas

Evite que o pólen e os esporos de fungos entrem em sua casa, mantendo as janelas fechadas durante os dias com elevados níveis de alergénios no ar.

Lavar regularmente a roupa de vestir e a roupa de cama

Para não interromper o descanso noturno, é essencial lavar a roupa de cama com frequência suficiente para eliminar o pólen e os alergénios que se possam ter acumulado nela.

Além disso, ao chegar sempre com roupa de rua, é recomendável retirá-la à entrada e lavá-la.

Evitar atividades ao ar livre

Em dias com níveis elevados de pólen, é melhor limitar o seu tempo ao ar livre, especialmente durante as primeiras horas da manhã e da tarde, quando os níveis de pólen costumam ser mais intensos.

Utilizar filtros de ar e purificadores na casa

Instale filtros de ar de alta eficiência nos sistemas de aquecimento e ventilação da sua casa para reter os alergénios e melhorar a qualidade do ar interior.

Lavar o cabelo depois de estar ao ar livre

Os vestígios de pólen do exterior também podem permanecer no seu cabelo. Se tiver estado no exterior num dia com um nível elevado de alergénios, não hesite em tomar um duche e lavar o cabelo para retirar quaisquer partículas, sobretudo antes de ir para a cama.

Consumir alimentos ricos em antioxidantes e vitamina C e hidratar-se bem

Manter-se bem hidratado e ter uma dieta rica em alimentos antioxidantes, como frutas e verduras frescas, pode ajudar a fortalecer o seu sistema imunitário e reduzir a inflamação.

Consultar sempre um especialista

Se suspeitar que tem alergias outonais, é importante consultar um médico de cuidados primários ou um alergologista. Este ajudá-lo-á a identificar os desencadeadores específicos da sua alergia e a desenvolver um plano de tratamento adequado. Atualmente, os tratamentos de imunoterapia para travar os sintomas estão a tornar-se cada vez mais comuns, informe-se!

 

PT-ZI-2300004 Setembro 2023